Atlas de Anatomia do Corpo Humano - Central

O atlas do corpo humano

Barreira Hematoneural
Barreira Hematoneural

Barreira entre o perineuro (dos NERVOS PERIFÉRICOS) e o ENDOTÉLIO VASCULAR (dos CAPILARES endoneurais). O perineuro atua como barreira à difusão; entretanto, nesta barreira há maior permeabilidade a íons que na BARREIRA HEMATOENCEFÁLICA. Permeabilidade Capilar;

Gânglio Trigêmeo
Gânglio Trigêmeo

Gânglio em formato de meia-lua contendo as células de origem da maioria das fibras sensitivas do nervo trigêmeo. Está situado no cavo trigeminal na superfície cerebral da parte petrosa do osso temporal e origina os nervos oftálmico, maxilar e parte do nervo maxilar.

Bainha de Mielina
Bainha de Mielina

Bainha, rica em lipídeos, que reveste os AXÔNIOS, tanto no sistema nervoso central como no periférico. É um isolante elétrico que permite a condução dos impulsos de modo mais rápido e energeticamente mais eficiente. É formada pelas membranas de células da glia (CÉLULAS DE SCHWANN no sistema nervoso periférico e OLIGODENDROGLIA no sistema nervoso central). A deterioração desta bainha nas DOENÇAS DESMIELINIZANTES é um sério problema clínico.

Células de Schwann
Células de Schwann

Células da neuroglia do sistema nervoso periférico as quais formam as bainhas isolantes de mielina dos axônios periféricos.

Nós Neurofibrosos
Nós Neurofibrosos

Intervalos regularmente espaçados encontrados nas bainhas de mielina dos axônios periféricos. Os nódulos de Ranvier permitem a condução saltatória, ou seja, saltos realizados pelos impulsos de um nódulo à outro, a qual se apresnta como uma condução mais rápida e mais energicamente favorável que a condução contínua.

Nervos Cranianos
Nervos Cranianos

Doze pares de nervos que transportam fibras aferentes gerais, aferentes viscerais, aferentes especiais, eferentes somáticas e eferentes autônomas.

Nervo Troclear
Nervo Troclear

O IV par dos nervos cranianos. O nervo troclear transporta a inervação motora dos músculos oblíquos superiores do olho.

Nervo Glossofaríngeo
Nervo Glossofaríngeo

O IX nervo craniano. O nervo glossofaríngeo é um nervo misto - motor e sensitivo; transportando fibras eferentes somáticas e atônomas e aferentes gerais, especiais e viscerais. Entre suas conecções encontram-se fibras motoras enviadas para o músculo estilofaríngeo, fibras parassimpáticas para as glândulas parótidas, aferentes gerais e relacionadas à gustação provenientes do terço posterior da língua, da nasofaringe e do palato, e fibras aferentes provenientes dos barorreceptores e quimiorreceptores do seio carotídeo.

Nervo Olfatório
Nervo Olfatório

O I nervo craniano. O nervo olfatório transporta a sensação olfatória. É formado pelos axônios dos NEURÔNIOS RECEPTORES OLFATÓRIOS que projetam do epitélio olfatório (no epitélio nasal) para o BULBO OLFATÓRIO.

Disco Óptico
Disco Óptico

Porção do nervo óptico vista no fundo de olho com a utilização do oftalmoscópio. É formado pelo encontro de todos os axônios das células ganglionares da retina assim que penetram no nervo óptico.

Nervo Oculomotor
Nervo Oculomotor

O III nervo craniano. O nervo oculomotor envia fibras motoras para os músculos levantador da pálpebra, reto superior, reto inferior e oblíquo inferior do olho. Envia também fibras eferentes parassimpáticas (via gânglio ciliar) para os músculos controladores da constrição e acomodação da pupila. As fibras motoras se originam nos núcleos oculomotores do mesencéfalo.

Nervo Acessório
Nervo Acessório

XI nervo craniano. O nervo acessório se origina de neurônios da medula oblonga e medula espinhal cervical. Apresenta uma raiz craniana, a qual une-se ao nervo vago (X craniano) e envia fibras motoras para os músculos da laringe, e uma raiz espinhal, que envia fibras motoras para os músculos trapézio e esternocleidomastóide. Dano à este nervo produz perda de força nos movimentos de rotação da cabeça e elevação do ombro.

Nervo Hipoglosso
Nervo Hipoglosso

O XII nervo craniano. O nervo hipoglosso se origina no núcleo do hipoglosso na medula oblonga e supre a inervação motora de todos os músculos da língua com exceção do palatoglosso (o qual é inervado pelo nervo vago). Este nervo também contém aferentes propioceptivas provenientes dos músculos da língua.

Nervo Abducente
Nervo Abducente

VI nervo craniano. O nervo abducente se origina no núcleo abducente na ponte e envia fibras motoras para os músculos retos laterais do olho. Dano ao nervo ou ao seu núcleo interrompe o controle do movimento horizontal do olho.

Nervo Trigêmeo
Nervo Trigêmeo

O quinto e maior nervo craniano. O nervo trigêmeo é um nervo misto, composto de uma parte motora e sensitiva. A parte sensitiva, maior, forma os nervos oftálmico, mandibular e maxilar que transportam fibras aferentes sensitivas de estímulos internos e externos provenientes da pele, músculos e junturas da face e boca, e dentes. A maioria destas fibras se originam de células do gânglio trigeminal e projetam para o núcleo do trigêmeo no tronco encefálico. A parte motora, menor, nasce do núcleo motor do trigêmeo no tronco encefálico e inerva os músculos da mastigação.

Nervo Mandibular
Nervo Mandibular

Um ramo do nervo trigêmeo (V nervo craniano). O nervo mandibular transporta fibras motoras para os músculos da mastigação e fibras sensitivas para os dentes e gengiva, região mandibular da face e partes da dura-máter.

Nervo Maxilar
Nervo Maxilar

Divisão sensitiva intermediária do nervo trigêmeo (V nervo craniano). O nervo maxilar transporta fibras aferentes gerais provenientes da região intermediária da face, incluindo a pálpebra inferior, nariz e lábio superior, dentes maxilares, e partes da dura-máter.

Nervo Oftálmico
Nervo Oftálmico

Ramo sensitivo do nervo trigêmeo (V nervo craniano). O nervo oftálmico transporta fibras aferentes gerais da divisão superficial da face, incluindo a órbita, conjuntiva, pálpebra superior, parte superior do nariz, mucosa nasal e escalpo.

Nervo Facial
Nervo Facial

VII nervo craniano. O nervo facial é composto de duas partes, uma raiz motora maior que pode ser chamada de nervo facial propriamente dito, e uma raiz intermediária menor ou raiz sensitiva (nervo intermédio). Juntas, estas raízes fornecem a inervação eferente dos músculos da expressão facial e das glândulas lacrimais e salivares, e transportam informação aferente para a gustação nos 2/3 anteriores da língua e tato da orelha externa.

Nervo Coclear
Nervo Coclear

Parte coclear do VIII par de nervos cranianos (NERVO VESTIBULOCOCLEAR). As fibras do nervo coclear se originam de neurônios do GÂNGLIO ESPIRAL e se projetam perifericamente para as células ciliadas cocleares e centralmente para os núcleos cocleares (NÚCLEO COCLEAR) do TRONCO ENCEFÁLICO. Elas mediam o sentido da audição.

Acesse também pelo celular ou tablet.
Plataforma HiDoctor 2018 Centralx - Todos os direitos reservados.
Favoritos
Anotações
Minhas edições
Sugestões
Enviar