Atlas de Anatomia do Corpo Humano - Central

O atlas do corpo humano

Neurônios Receptores Olfatórios
Neurônios Receptores Olfatórios

Neurônios localizados no epitélio olfatório contendo proteínas (RECEPTORES ODORANTES) que se ligam à substâncias odoríferas detectando então os odores. Esses neurônios enviam seus DENTRITOS para a superfície do epitélio com seus neurônios receptores olfatórios localizados nos cílios apicais imóveis. Seus AXÔNIOS não mielinizados fazem sinapse no BULBO OLFATÓRIO no CÉREBRO. DF Receptores Odorantes;

Células Piramidais
Células Piramidais

Projeções neuronais localizadas no córtex cerebral e no hipocampo. As células piramidais apresentam corpo celular em formato piramidal com o ápice e um dendrito apical dirigido à superfície pial, e outros dendritos e um axônio emergindo da base. Os axônios podem apresentar ramos colaterais locais mas também projetam para fora suas regiões corticais.

Células de Purkinje
Células de Purkinje

Neurônios eferentes do córtex cerebelar.

Bainha de Mielina
Bainha de Mielina

Bainha, rica em lipídeos, que reveste os AXÔNIOS, tanto no sistema nervoso central como no periférico. É um isolante elétrico que permite a condução dos impulsos de modo mais rápido e energeticamente mais eficiente. É formada pelas membranas de células da glia (CÉLULAS DE SCHWANN no sistema nervoso periférico e OLIGODENDROGLIA no sistema nervoso central). A deterioração desta bainha nas DOENÇAS DESMIELINIZANTES é um sério problema clínico.

Nós Neurofibrosos
Nós Neurofibrosos

Intervalos regularmente espaçados encontrados nas bainhas de mielina dos axônios periféricos. Os nódulos de Ranvier permitem a condução saltatória, ou seja, saltos realizados pelos impulsos de um nódulo à outro, a qual se apresnta como uma condução mais rápida e mais energicamente favorável que a condução contínua.

Neurônios
Neurônios

Unidades celulares básicas do tecido nervoso. Cada neurônio é formado por corpo, axônio e dendritos. Sua função é receber, conduzir e transmitir impulsos no SISTEMA NERVOSO.

Dendritos
Dendritos

Extensões do corpo da célula nervosa. São curtos, ramificados e recebem estímulos de outros NEURÔNIOS.

Espinhas Dendríticas
Espinhas Dendríticas

Processos espinhosos encontrados nos DENTRITOS (geralmente nas CÉLULAS DE PURKINGE e nas CÉLULAS PIRAMIDAIS), onde cada espinha recebe estímulos excitatórios de uma terminação nervosa (TERMINAÇÕES NERVOSAS).

Interneurônios
Interneurônios

Geralmente qualquer neurônio não motor ou sensitivo. Os interneurônios podem também se referir aos neurônios cujos axônios permanecem em uma particular região do cérebro em contraste aos neurônios de projeção que apresentam axônios que projetam para outras regiões cerebrais.

Células Amácrinas
Células Amácrinas

INTERNEURÔNIOS da RETINA dos vertebrados. Integram, modulam e colocam um domínio temporal na mensagem visual apresentada às CÉLULAS DO GÂNGLIO RETINIANO, com as quais fazem sinapse na camada interna plexiforme.

Células Bipolares da Retina
Células Bipolares da Retina

INTERNEURÔNIOS da RETINA de vertebrados, contendo dois processos. Recebem aferências dos FOTORRECEPTORES DE VERTEBRADOS e enviam eferências às CÉLULAS DO GÂNGLIO RETINIANO. As células bipolares também fazem conexões laterais (na retina) com as CÉLULAS HORIZONTAIS DA RETINA e com as CÉLULAS AMÁCRINAS.

Axônios
Axônios

Fibras nervosas capazes de conduzir impulsos rapidamente para fora do corpo da célula nervosa.

Neurofibrilas
Neurofibrilas

Filamentos delicados, entrelaçados, formados por agregações de neurofilamentos e neurotúbulos, dispostos pelo citoplasma do corpo de um neurônio e que se extendem entre dendritos ou para em direção ao axônio.

Emaranhados Neurofibrilares
Emaranhados Neurofibrilares

Estruturas anormais (localizadas em várias partes do cérebro) compostas por arranjos densos de filamentos helicoidais pareados (neurofilamentos e microtúbulos). Estes empilhamentos helicoidais (duplas hélices) de subunidades transversas, apresentam-se em filamentos (semelhantes a fitas retorcidas para a esquerda) que provavelmente incorporam as seguintes proteínas

Fotorreceptores
Fotorreceptores

Células especializadas em detectar e transducir luz.

Bastonetes (Retina)
Bastonetes (Retina)

Um dos dois tipos de células fotorreceptoras da retina de vertebrados. Nos bastonetes o fotopigmento está organizado em pilhas de discos membranosos separados da membrana celular externa. Os bastonetes são mais sensíveis à luz do que os cones, mas a visão mediada pelos bastonetes tem menor resolução temporal e espacial que a visão mediada pelos cones.

Corpos de Nissl
Corpos de Nissl

Estruturas subcelulares encontradas nos corpos celulares de neurônios e DENDRITOS. Constituídos pelo retículo endoplasmático granular (RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO RUGOSO) e pelos RIBOSSOMOS.

Células Horizontais da Retina
Células Horizontais da Retina

Neurônios na camada nuclear interna da RETINA que modulam o sinal sensorial e fazem sinapse com células fotorreceptores de vertebrados, CÉLULAS BIPOLARES DA RETINA e outras células horizontais.

Acesse também pelo celular ou tablet.
Plataforma HiDoctor 2017 Centralx - Todos os direitos reservados.
Favoritos
Anotações
Minhas edições
Sugestões
Enviar