Atlas de Anatomia do Corpo Humano - Central

O atlas do corpo humano

Retículo Sarcoplasmático
Retículo Sarcoplasmático

Rede de túbulos e cisternas localizada no citoplasma de músculos esqueléticos. Participam na contração e no relaxamento dos músculos através da liberação e armazenamento de íons cálcio.

Acrossomo
Acrossomo

Estrutura em forma de capuz, que recobre a parte anterior da CABEÇA DO ESPERMATOZÓIDE. O acrossomo (derivado dos LISOSSOMOS) é uma organela ligada à membrana e contém enzimas (hidrolíticas e proteolíticas) necessárias à penetração do espermatozóide no ovo durante a FERTILIZAÇÃO. Reação Acrossômica;

Corpos de Nissl
Corpos de Nissl

Estruturas subcelulares encontradas nos corpos celulares de neurônios e DENDRITOS. Constituídos pelo retículo endoplasmático granular (RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO RUGOSO) e pelos RIBOSSOMOS.

Tilacóides
Tilacóides

Cisternas membranosas do CLOROPLASTO que contêm os pigmentos fotosintéticos, os centros de reação e a cadeia de transporte de elétrons. Cada tilacóide consiste de um saco achatado de membrana encerrando um estreito espaço intra-tilacóide (Tradução livre do original Complexo de Proteína do Fotossistema I; Complexo de Proteína do Fotossistema II;

Mitocôndrias
Mitocôndrias

Organelas semi-autônomas que se auto-reproduzem, encontradas na maioria do citoplasma de todas as células, mas não de todos os eucariotos. Cada mitocôndria é envolvida por uma membrana dupla limitante. A membrana interna é altamente invaginada e suas projeções são denominadas cristas. As mitocôndrias são os locais das reações de fosforilação oxidativa, que resultam na formação de ATP. Elas contêm RIBOSSOMOS característicos, RNA DE TRANSFERÊNCIA, AMINOACIL-T RNA SINTASES e fatores de alongação e terminação. A mitocôndria depende dos genes contidos no núcleo das células no qual se encontram muitos RNAs mensageiros essenciais (RNA MENSAGEIRO). Acredita-se que a mitocôndria tenha se originado a partir de bactérias aeróbicas que estabeleceram uma relação simbiótica com os protoeucariotos primitivos. (Tradução livre do original

Aparelho de Golgi
Aparelho de Golgi

Uma pilha de vesículas achatadas que funcionam no processo pós-traducional e escolha de proteínas, recebendo-as do RETÍCULO ENDOPLÁSMICO rugoso e dirigindo-as para vesículas secretórias, LISOSSOMOS ou MEMBRANA CELULAR. O movimento das proteínas ocorre pela transferência de vesículas que brotam do retículo endoplasmático rugoso ou aparelho de Golgi e se fundem com o Golgi, com os lisossomos ou com a membrana celular.

Fagossomo
Fagossomo

Vesículas citoplasmáticas limitadas por membrana formadas pela invaginação de material fagocitado. Estas vesículas se fundem com os lisossomos para formar os fagolisossomos, nos quais as enzimas hidrolíticas do lisossomo digerem o material fagocitado.

Endossomos
Endossomos

Vesículas citoplasmáticas formadas quando as VESÍCULAS COBERTAS perdem seu revestimento de CLATRINA. Os endossomos internalizam macromoléculas ligadas por receptores na superfície celular.

Lisossomos
Lisossomos

Uma classe de partículas citoplasmáticas morfologicamente heterogêneas, encontradas em tecidos animais e vegetais, caracterizadas por seu conteúdo de enzimas hidrolíticas e à sua estrutura, ligada à latência destas enzimas. As funções intracelulares dos lisossomos depende de seu potencial lítico. A única unidade de membrana do lisossomo atua como uma barreira entre as enzimas encerradas no lisossomo e o substrato externo. A atividade das enzimas contidas no lisossomos é limitada ou nula, a não ser que a vesícula na qual estas enzimas encontram-se seja rompida. Supõem-se que tal ruptura esteja sob controle metabólico (hormonal).

Acesse também pelo celular ou tablet.
Plataforma HiDoctor 2019 Centralx - Todos os direitos reservados.
Favoritos
Favoritos
Anotações
Anotações
Minhas edições
Minhas edições
Sugestões
Enviar